Notícias

 09.01.18 - 12h25

Cascavel abraça a luta contra a obesidade

Prefeito tem meta de fazer de nossa cidade a capital da qualidade de vida e para alcançá-la iniciará com um projeto-piloto que envolverá escolas, postos de saúde e servidores municipais

Proposta interdisciplinar que envolverá educação, saúde, esporte, a Fundetec e vários outras secretarias municipais foi amplamente discutida na manhã de hoje (9) no auditório da Prefeitura de Cascavel durante palestra conduzida pela Frente Parlamentar de Combate à Obesidade Infanto-Juvenil, que é presida pelo deputado federal Evandro Roman. A convite da Frente, a Ginasium - Educação em Saúde, de Londrina, detalhou um sistema de mapeamento, identificação e controle do crescimento e desenvolvimento físico em crianças e adolescentes, com ênfase no combate e na prevenção da obesidade infanto-juvenil, que foi apresentado pelo professor-mestre Sandro Lucas Sofiati a uma plateia formada por servidores da saúde e esportes, nutricionistas e do Grupo de Apoio à Obesidade de Cascavel, e de outras secretarias.

"Precisamos trazer de volta à nossa sociedade o debate do movimento, pois nossas crianças e adolescentes, principalmente, já nasceram numa era de tecnologia e precisam ser estimuladas a andar, inclusive dentro de casa; precisam de saúde promocional e de alimentação equilibrada. Estive em Brasília recentemente e solicitei este apoio da Frente Parlamentar que irá, sem custos, nos fornecer este software de acompanhamento das nossas crianças, com informações que consolidam um trabalho que já iniciamos no Município, pois acredito que não basta termos uma cidade limpa e bonita, mas precisamos investir em cidades inteligente e humanas", disse o prefeito.

Segundo Roman, a própria associação brasileira de refrigerantes, achocolatados e produtos industrializados está investindo em novos produtos e no patrocínio deste controle da obesidade infanto-juvenil, apoiando uma mudança de mentalidade. "É um grande problema de saúde pública, que está mobilizando diversos segmentos. Iniciamos esta proposta ainda em 2011 e vamos seguir, pois se trata de uma iniciativa não de política ou governo, mas de estadistas, que o Paranhos compartilha, pois queremos um grande projeto para Cascavel".

Mudança de cardápio e hábitos

Em Cascavel, segundo a secretária de Educação, Márcia Baldini, a rede municipal de ensino já está trabalhando para implantar um cardápio diferenciado nas escolas, que busca o equilíbrio nutricional, visando combater tanto a obesidade como a desnutrição, duas realidades distintas nas escolas municipais. Para isso, conta com apoio da Fundetec, que está desenvolvendo um sistema de gestão de cardápio, que informará o valor nutricional e que será triado por nutricionistas da rede, que segundo o presidente da Fundação, Alcione Gomes, ficará entrelaçado com este novo software da Ginasium.
Paralelamente, na Unidade de Saúde do Bairro São Cristóvão, já iniciou um projeto-piloto há dois meses com um grupo de hipertensos, diabéticos e obesos e conseguiu reduzir 54 quilos em conjunto. Amanhã, às 8 horas, o grupo recomeça as atividades deste ano, incentivando as ações em prol de uma vida mais saudável.

"E até o mês de março deste ano, já discuti com a Vanilse (Schenfert Silva, diretora de Gestão de Pessoas, do RH), que iremos implantar 70 bicicletas com servidores voluntários, para formar um grupo de avaliação médico e nutricional, para que este grupo faça uso deste veículo para o deslocamento para o trabalho, como acompanhamento médico, como outro projeto-piloto", informou o prefeito.

Números que preocupam
Segundo o professor Sandro Sofiati, mapeamento realizado com a metodologia da Ginasium em 2015 em Londrina-PR, por exemplo, mostrou que 28,9% dos alunos estavam acima do peso.
"A epidemia da obesidade é reconhecida como um dos mais importantes problemas de saúde pública que o mundo enfrenta hoje. Temos, segundo dados da OMS de 2014, 2 bilhões de adultos com excesso de peso, dos quais 670 milhões são considerados obesos e 98 milhões severamente obesos. Estima-se que mais de 200 milhões de crianças em idade escolar estão acima do peso, tornando-se esta a primeira geração prevista a ter uma vida útil mais curta do que a dos pais".


 

 Imprimir   Enviar por email   Comunicar erro   Receber Notícias  Compartilhe:  Compartilhe no Twitter  Compartilhe no Facebook  Adicione aos favoritos no Google

» Notícias Recentes

» Notícias Mais Acessadas