Notícias

 13.04.18 - 18h06

"Missão do Município não é segurança, mas não podemos negligenciar nossa parte"

Guardas municipais passam a contar com o armamento previsto na convênio com o Ministério da Justiça, completando mais uma etapa da implantação da GM em Cascavel

"A missão do Município não é assumir a segurança pública, mas não podemos ter a negligência de não fazer a nossa parte, porque diferente da saúde e da educação por exemplo, na segurança todos dependem de nós, desde o mais simples cidadão até o mais elevado empresário. Todos precisam da nossa ajuda", disse nesta tarde (13) o prefeito Leonaldo Paranhos, ao reafirmar o compromisso do Município de somar com as demais esferas no esforço de investir em ações e programas que aumentem a sensação de segurança à população. 

Decisão apoiada e compartilhada pelas autoridades que participaram da solenidade que marcou a inauguração da sede da Semppro (Secretaria Municipal de Políticas Sobre Drogas e Proteção à Comunidade), localizada na Rua Martin Afonso de Souza, 590, atrás do Centro de Convenções e Eventos, onde antes funcionava a extinta Secretaria de Ação Comunitária. No evento, o prefeito anunciou mais R$ 2, 8 milhões à Semppro, visando à compra de equipamentos, assim como a licitação de quatro vans que servirão de módulos policiais móveis, equipadas com tecnologia de ponta e câmeras de segurança.

"Segurança pública é um exercício de fazer bons trabalhos com os governos federal e estadual, cada um fazendo a sua parte, e Cascavel está sendo modelo hoje para o Brasil, com este novo estilo de gestão. Sabemos que o Paranhos tem um luta antiga, desde quando vereador, contra as drogas, e agora somada com estas novas ações, segue dando exemplo", enfatizou o deputado federal Fernando Giacobo, discurso que segui a linha defendida pelo deputado estadual Adelino Ribeiro. "Administrar tem de ter sua contrapartida. Quando se fala que o governo federal e estadual fazem a sua parte, o Município também está dando um grande exemplo aqui. E os deputados têm contribuído como prefeito, somando esforços para garantir recursos".

Durante a cerimônia, mais 39 guardas municipais receberam as pistolas da marca Taurus, modelo 838, calibre 380, em atendimento ao convênio 018/2017, celebrado em 12 de dezembro do ano passado entre a Prefeitura de Cascavel e o Ministério da Justiça por intermédio da Superintendência da Polícia Federal do Paraná, por meio do qual os guardas passaram por 160 horas de prática de tiro para obter o porte de arma, curso que foi devidamente executado durante formação no 6º Batalhão de Polícia Militar de Cascavel. Este ano, eles passaram por mais 18 horas de requalificação técnica para o manuseio e operação do armamento, e mais 80 horas já estão previstas de prática de tiro, em cumprimento à exigência do convênio. Outros quatro GMs, que integram a Força Rural, já haviam recebido o armamento.

"A cada dia Cascavel está sendo mais socializada e agora, com este avanço em segurança, dá um novo passo. E eu tenho a certeza de que estes guardas municipais estão preparados para fazer justiça", afirmou o deputado federal Nelson Padovani.

Qualificação
Segundo o tenente-coronel Rubens Garcez, comandante do 6º BPM, a formação dada aos GMs corresponde à qualidade da formação dos PMs do Paraná. Ele parabenizou a tropa, que foi homenageada e ainda apresentou o Hino da Guarda de Cascavel; Garcez colocou a Central da PM de Cascavel à disposição da Prefeitura.

Os guardas patrimoniais Nilza e Garcia foram homenageados com o diploma de Guardas Distintos e os guardas municipais Piza, Stefano e Wilyan com o troféu de Boas Práticas em Segurança Pública.

Patrulha Maria da Penha
Ainda durante a cerimônia desta tarde foi anunciada oficialmente a implantação da Patrulha Maria da Penha, que já está em funcionamento no Município, segundo o diretor de Proteção à Comunidade, coronel Avelino Novakoski, trazendo bons resultados. A Patrulha Maria da Penha conta com uma viatura da Guarda Municipal e com dois GMs (um feminino e um masculino) "especialmente treinados para dar suporte às demandas judiciárias de descumprimento de medidas protetivas".

"É um orgulho para nós este evento que nos coloca nesta missão tão nobre de amparar tantas mulheres que precisam de proteção e tantas mães que precisam de nosso amparo com seus filhos", disse a secretária da Semppro, Rose Vascelai, falando da missão da nova secretaria.

Segundo o presidente da Câmara de Vereadores, Aldino "Gugu" Bueno, autor da lei que deu origem ao programa da Patrulha em Cascavel, "este é um grande socorro a milhares de mulheres que vivem esta tragédia; algo que eu vinha tentando implantar no Município desde 2015 e que agora, com apoio do prefeito Paranhos, se tornou realidade". Além de Gugu, representaram o Legislativo no evento os vereadores Sidnei Mazutti, Alécio Espínola, Carlinhos Oliveira, Valdecir Alcântara, Mauro Seibert, Josué de Souza, Jaime Vasatta e Roberto Parra.

 Imprimir   Enviar por email   Comunicar erro   Receber Notícias  Compartilhe:  Compartilhe no Twitter  Compartilhe no Facebook  Adicione aos favoritos no Google

» Notícias Recentes

» Notícias Mais Acessadas